O NeoMatrix Tech está de casa nova!

Você deverá ser redirecionado em 6 segundos. Se não, visite:
http://www.leonelfraga.com/neomatrixtech
e atualize seus favoritos.

Aviso IMPORTANTÍSSIMO!

Aviso aos navegantes:

O NeoMatrix Tech mudou de casa!!!

A partir de agora, acessem pelo novo endereço:

http://www.leonelfraga.com/neomatrixtech

Ué... mas é só o domínio mudou de lugar?

R: Na verdade, não é bem assim hehe. Este domínio que você acessa agora aponta para um blog hospedado no Blogger, enquanto no novo, aponta para um blog na plataforma Wordpress, hospedagem própria, muito mais rápida e com um layout mais agradável de ler ;)

Não vou fechar este domínio igual ao que eu fiz com o NM Light (que já está 100% na nova plataforma). Talvez beeeeeeem depois eu faça isso.

Todos os posts daqui se encontram lá, e novos posts serão colocados somente no novo endereço.
A única coisa que não consegui importar foram os comentários. Mas em breve vai ter um post contando sobre a epopéia que foi migrar o NeoMatrix Tech!

Somente vou fechar a área de comentários daqui. Caso queiram comentar, favor ver o post correspondente no "Novo NeoMatrix Tech" e comentem por lá. É bem melhor! (pena que os permalinks "amigáveis para SEO" não funcionam lá, dá erro 404 e não consigo fazer a configuração funcionar. E olha que eu já vi vários artigos falando desse assunto :( ).

Quem assina o feed, já está lendo o conteúdo do novo NeoMatrix Tech!

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Você tem liberdade criativa na sua empresa?

brain

Você que é desenvolvedor ou programador, tem a liberdade para fazer inovações de código, bolar frameworks, metodologias de desenvolvimento ou outros na sua empresa?

Ou apenas programa seguindo uma “linha de produção” previamente definida, fazendo somente aquilo que o script manda sem dar sugestões de novas tecnologias e afins?

Aqui no NeoMatrix Tech tenho pelo menos dois grandes exemplos de coisas que utilizo na empresa que trabalho e que ou criei do zero, ou fiz grandes melhoramentos: A Classe de Conexão e o Sistema de Controle de Acesso.

Ambos os itens mencionados acima são largamente utilizados nos projetos de onde eu trabalho, e inclusive a metodologia de desenvolver a interface do programa separada das classes de negócio eu que comecei a adotar.

Quando fico um tempo ocioso, começo a pesquisar sobre algumas coisas e fazer vários testes de código, crio programas que não tem muita funcionalidade, porém lá na frente aquilo poderá ser muito útil.

Foi assim que construí um gerador de classes C# que lê uma tabela de um banco de dados e cria uma classe C#, utilizando-se dos métodos padronizados da Classe de Conexão. Só uma afinada depois e temos tudo funcionando.

Estes exemplos foram para ilustrar que se você, na sua empresa, goza de certas liberdades consegue criar muitas coisas que inclusive torna-se padrão na empresa.

215200821544Yahoo_Criativos_nota Mas estas liberdades estão fortemente atreladas ao tipo de empresa que você trabalha e do seu cargo, logicamente.

Supondo que você trabalhe em uma fábrica de software de grande porte no cargo de programador, sua tarefa será a de atender as especificações que são repassadas pelo analista, praticamente sem pestanejar.

Terá que seguir à risca as especificações técnicas do projeto: utilizar, se houver, o framework determinado, convenções de nome de variáveis, classes, o que for, e fazer todo o programa dentro do prazo, que geralmente é muito curto.

Com o prazo curto e a obrigação de seguir especificações, a liberdade criativa do programador fica bem (para não dizer totalmente) podada.

Não sobra tempo para pesquisar, e as pesquisas são feitas com o intuito de apenas resolver um problema específico e pontual, mais nada.

A criação de padrões nesse tipo de empresa fica a cargo dos analistas ou gerentes, que também tem o trabalho de homologar e treinar o pessoal para seguir as novas metodologias, novas ferramentas, frameworks, etc.

Agora, como no meu caso, que trabalho em empresa de porte pequeno, e na minha “posição” de ser a pessoa mais “experiente” em C# lá, fica mais fácil definir a forma na qual trabalho, principalmente no que diz respeito às ferramentas utilizadas e os padrões de codificação, reaproveitamento de código, essas coisas.

E particularmente eu gosto exatamente desse tipo de serviço: pesquisar novos códigos, padrões, repassar estes padrões, ou seja, suporte ao desenvolvimento. Também gosto da parte de análise, aquela fase antes de surgir as linhas de código, o contato com o cliente no que diz respeito ao negócio em si. Já a parte de helpdesk, principalmente quando muitos projetos estão na minha mão no que diz respeito a programação, sinceramente eu não curto. Fica muito complicado administrar as coisas, o foco acaba sendo perdido e até recuperá-lo leva um bom tempo. Mas isso é assunto para outro post.

E para isso, liberdade para criar coisas é necessária.

Afinal, já que será de minha responsabilidade assumir o posto de “mentor”, precisarei do máximo de recursos possíveis para ajudar a quem necessitar.

E convenhamos: se você tem liberdade criativa, aproveita essa liberdade e se destaca, as coisas ficam muito boas para você, em todos os sentidos.

Ganha a confiança de quem está a sua volta, o reconhecimento, ou seja, realização profissional. Principalmente se faz o que gosta, o que é o meu caso.

E você, tem liberdade para criar e definir padrões na sua empresa?

Um abraço!

2 comentários:

Chris Benseler 8 de mai de 2009 20:04:00  

Ainda bem que onde eu trabalho tenho total liberdade - bem como a minha equipe - de definir tudo referente ao front-end: html/css, javascript e as interfaces com o backend passam todas por nós. E eu jamais conseguiria trabalhar num lugar em que não tivesse tal liberdade.

[]s!

Leonel Fraga de Oliveira 8 de mai de 2009 20:20:00  

@Cris:
É, eu pelo menos não sei como eu reagiria em uma mudança no meu estilo de trabalhar.

Graças à liberdade que tenho é que eu consegui aprender bastante coisa, no sentido de criar, adaptar e saber explicar como funciona, o que é importante.

[]'s!


Postar um comentário

Para tornar este artigo ainda mais interessante, escreva suas críticas (desde que construtivas e sem ofenças), elogios, sugestões, complementos, dúvidas, etc, etc, etc!!!

Sobre o NeoMatrix Tech

Meu blog para assuntos profissionais, ligado com tecnologia.
Dicas de programação (grande parte de C# e ASP.NET, mas não limitado a essa plataforma :-) ), dicas de utilitários, análises de equipamentos e serviços, resenhas sobre sites que eu visito, relacionados com tecnologia, opinião sobre mercado de trabalho, metodologias de desenvolvimento, comportamento no mundo tecnológico...

NeoMatrix Light

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008 - Editado e configurado por Leonel F.

Voltar ao TOPO